quarta-feira, abril 21, 2004

Rondônia vira notícia

Demorou, mas eis que Rondônia finalmente virou notícia. Confesso que até então a nossa amiga Luiza era praticamente minha única referência do Estado. Em quatro anos de jornalismo é a primeira vez que vejo Rondônia ganhar as manchetes principais. Agora, só falta acontecer algo no Amapá (nunca vi nenhuma notícia vinda de lá.

O duro é que esses estados só viram notícia quando há tragédias. Mas antes de entrar na onda de certos veículos que já começam a chamar o episódio da morte dos garimpeiros de "chacina" ou então fazer igual ao governador Ivo Cassol que comparou o episódio à questão das invasões do MST, com a diferença que os fazendeiros não os matam. Ou ainda atribuir a culpa à índios capitalistas que participam do contrabando de diamantes. Nunca é demais lembrar que as mortes ocorreram em áreas demarcadas, onde é proibida a entrada de brancos e que mineração em terra indígena é ilegal.

Muitos consideram um absurdo a posição de antropólogos que sustentam que os índios não podem ser julgados e eventualmente punidos pelas mesmas leis do nosso Código Penal. Mas antes de entrar nessa onda vale à pena entender um pouco mais sobre a cultura e direitos do índios.

Quem tiver interesse em entender um pouco mais sobre a tragédia anunciada e sobre os Cinta Larga (chamados assim porque todos usam algum tipo de cinto), o Instituto Socioambiental é a melhor fonte de informações. Uma verdadeira enciclopédio sobre o índio.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial