quarta-feira, agosto 10, 2005

Cinema Pop

Vou deixar o mar de lama um pouco de lado. Queria falar de Sin City mas como sou cooporativista vou falar de um filme nacional que se pretende o campeão da bilhetria de 2005. DOIS FILHOS DE FRANCISCO comecei o questionamento numa discução com o Darlan na mesa de bar sobre a validade de se investir num filme de encomenda claramente comercial. Qual o problema??? Não é isso que Holywood faz a anos, qual o problema em se visar o lucro com etertenimento, por acaso não é o fazem todos os produtores musicais? E até o marchans? E os " repeitáveis ecritores" que escrevem bobagens por encomenda e gordos honorários?
Bem, para mim é válido e bem fazem as empresas que conseguem enxergar o lucro em nosso pífio cinema nacional.
Quanto ao filme ele é realmente bom, nada de espetacular. Mas bom. Ótimos atores, interpretações acertadas. Direção segura e criativa, sem ser moderna. Bom roteiro linear. Linda fotografia. Claro que vc.s aqui do blog não vão assitir, mas o filme não é nem um pouco constrangedor para quem não fã. Caetano acertou na trilha sonora colocando antigas e conhecidas canções sertanejas e deixando apenas umas 03 músicas da dupla que só se ouve na segunda metade do filme. Arriscaria dizer que é um melodrama sobre um tema extramamente popular, vulgar até, construido para atender aos caprichos culturais e estéticos da elite brasileira que pode pagar R$17,00 por um ingresso de cimena.
Mais um acerto da Cospira que esse ano já lançou o maravilhoso e fracasso de público Casa de Areia, ambos com o selo da Globo Filmes.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial