segunda-feira, agosto 08, 2005

Ainda bem que eu não era petista

Porque eu não estou me sentindo traída. Ver o Márcio tendo um treco com essa maracutaia toda do PT me deu a inspiração para escrever esse post.

Eu não me sinto traída porque político não presta. Nenhum deles. Eu tinha certeza de que para chegar ao poder o PT tinha vendido a alma pro "outro" - eles só não precisavam ser tão incompetentes na hora de esconder a lama, isso lá é verdade. Burrice total, eles mostraram que, de fato, ainda não estavam completamente preparados para o poder federal.

Não tive nenhuma ilusão de que tudo seria completamente diferente, de que o PT iria fazer a distribuição de renda que está errada desde a colônia. Votei no Lula porque acreditava e, pasmem, ainda acredito, que ele é atualmente o melhor político para governar o Brasil.

Sim, eu votei no FHC em 94 e 98. Arrependo-me profundamente, o PSDB afundou o país muito mais do que qualquer Marcos Valério ou Dirceu poderá sonhar em fazer. Mas os petistas foram demasiadamente utópicos.Não há espaço para utopias na política, elas não combinam com o poder.

PS: Sim, estou a fim de uma polêmica para animar esse espaço aqui. Afinal, mais de 50% desse blog é composto por petistas históricos, eu sei....

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial