segunda-feira, julho 18, 2005





A culpa é do pãozinho

Sim, meus caros, já há motivo para divórcio aqui pra esses lados. Não, não é uma amante ou um novo gato adotado. Trata-se de edição jornalística. Na próxima vez que Anderson Gurgel editar uma matéria minha e transformá-la em mais uma reportagem econômica mala, eu puxo meu carro. E os gatos vão junto.

Explico: fiz uma matéria sobre as grandes padarias de SP. Aquelas maravilhas como Galeria dos Pães e Barcelona. Foi ótimo entrevistar esse povo. Metade da apuração correu pela minha mão, metade pela de Anderson e eu escrevi o texto. Era um texto longo, admito, mas focado nas histórias desses deliciosos lugares. Qual não foi minha surpresa quando leio o texto editado por Anderson e vejo que ele o transformou... numa matéria de negócios!!! Cheia de números chatos!!!

Pois é, me senti repórter da Veja: do que escrevi sobraram apenas os nomes das padarias e dos entrevistados. Agora eu sei a "maravilha" de ser repórter. E eu nem posso xingar a mãe do editor, que, no caso, é a minha simpatícissima sogra.

Portanto, vcs já sabem. Quando ouvirem falar que nós nos separamos, saibam que a culpa deve ser de alguma doceria, chocolateria ou cafeteria de SP, temas de próximas prováveis pautas.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial