terça-feira, fevereiro 01, 2005

Closer

Descobri porque a Helena gostou do Closer. O filme não tem árvores que falam, mas em compensação mostra que o amor só existe enquanto fantasia. Provocações à parte, também gostei bastante do filme. Sobretudo da cena do hotel, onde passados menos de 5 minutos o amor redescoberto simplesmente perde seu encanto. Só considero um pouco limitada a idéia de que o encanto simplesmente acaba diante da revelação da traição ou da confissão de culpa ou de outro segredo íntimo. Afinal, penso que o amor está acima dos desejos da carne e do sexo e da idéia de fidelidade.

Não gosto de comparar, mas também gosto mais da visão de amor do Closer do que do Antes do Pôr-do-sol. Também considero o Closer bem superior em termos de roteiro e direção de atores, mas é claro que há controversa neste clube. Né, Lyara?

Onde foi parar o seu post anterior, Helena? Aliás, onde foram parar os picadinhos? Alguém vira para o Rio para o Carna?



0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial