quarta-feira, junho 02, 2004

Ser paulistano é.. não ter opção nas eleições municipais

Política certamente causará muita polêmica nessas bandas. Não é a intenção. Esse post é só para falar da minha certeza cada vez maior de que, pela primeira vez na vida, votarei em branco.
Sei que os petistas históricos desse blog dirão que sou louca, despolitizada, etc e tal, mas na atual prefeita não dá pra votar. Não é só porque eu moro na parte central da cidade e demoro 1 hora e meia pra chegar em casa todos os dias, porque D.Marta se transformou num Maluf de saias.

É por notícias como a de que o atual secretário de educação tentou fechar a biblioteca Mário de Andrade e, em 3 anos e meio de administração petista, nenhum livro foi comprado para o acervo. Isso somando-se aos 8 anos de administração do original, quer dizer, do Maluf, que também não comprou nada e transferiu funcionários da saúde para lá podem dar idéia do caos. Maiores detalhes na Folha de hoje: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz0206200409.htm

Estive na Mário de Andrade no ano passado, procurando um livro do Ernest Gombrich. Doce ilusão. Não entrava lá há anos e fiquei chocada. Nem imagino a situação hoje. Tive que pagar uma mensalidade de R$900 para ter acesso á excelente biblioteca da PUC e ao tal livro. Quem pode pagar R$900 nesse país?????

Como pode uma administração petista, dita popular, fazer isso com a biblioteca central da cidade, com um acervo riquíssimo de antiguidades? Nada novo é comprado; nada velho é preservado.

Estou indignada. Nessa mulher eu não voto. No Serra eu não voto. No Maluf, sem comentários. O jeito vai ser o branquinho mesmo. Foda viver nessa cidade.

E não me venham com papo de que a Marta faz tudo pela periferia. Isso é uma das maiores mentiras de todos os tempos e é só ler jornal todo dia pra saber disso.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial