quarta-feira, novembro 02, 2005

+ CINEMA

Fui assistir o Jardineiro. Fiquei impressionada com a direção criativa e com a delicadeza de tudo. Desde o tratamento do tema indigesto e ao mesmo tempo manjado, até na demonstração dos sentimentos. Tudo foge ao óbvio, ao melodramático. Mesmo assim acabei chorando, aliás já estava chorando logo no início quando ele recebe a notícia de que a mulher pode estar morta. Simplesmente incrível a reação de Fiennes, o plano exato enxuto. Até a única cena de amor do filme deixa para traz os clichês românticos. A única perda de Meirelles foi com relação a montagem. Daniel Rezende é muito superior. De resto... que história mais triste....

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial