quinta-feira, junho 03, 2004

Pingos nos is

Somos amigos e, pelo menos teoricamente, somos um livro aberto. Nem sempre, claro, porque a vida é bastante complicada, temos nossos pudores e interpretações pessoais que às vezes nos levam por caminhos nebulosos. Mas, enfim...

Não querendo fazer nariz de cera, e já fazendo, repito aqui uma coisa que digo sempre: sei que sou sincera demais e pago um preço alto por isso. Lá vou eu de novo pagar esse pedágio.

Depois de todas as indiretas, posts e coments sobre Fabio, ontem Anderson e eu conversamos com ele. Não chegamos a nenhum acordo. Ele acha que nós é que não ligamos mais para ele, que não respondemos sesus telefonemas. Eu acho, e minha consciência também, que não, que muitas vezes tentei manter contato e não rolou.

Esse post está sendo colocado aqui para explicar porque apaguei meu post das "indignações" e o post dele falando de telefonemas, endereçado, provavelmente, a mim.

Resumindo, proponho que lavemos essa roupa suja em casa. O Picadinho foi proposto para haver liberdade total entre nós, por isso não me envergonho de nada. Mas aqueles posts estavam ficando meio complicados e nisso faço mea-culpa, porque pareço intrasigente, mas sei reconhecer meus erros com certa facilidade.

Assim sendo, vamos nos entender, ou não, e não toquemos mais nesse assunto de modo indireto por aqui. Que seja direto. Ou deixemos o espaço para cinematografias, gastronomias e afins.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial