quarta-feira, março 24, 2004

SÓ FALTOU O SOFÁ

Ao contrário do que publicou a Ilustrada de hoje, na festa de 6 décadas de carreira da Hebe só faltou o sofá.
A Folha, que só para variar errou ao publicar que a loira "trabalhou na Extinta TV Record..." - (já avisaram o Bispo Macedo que sua TV não existe mais ?).
Para a loiruda tiro o meu chapéu, embora eu saibaque este seja um quadro do programa "Raul Gil".
Hebe passou intocável e inabalável por todos os momentos da conturbada vida brasileira desde que seu rosto apareceu a primeira vez na TV brasileira para inaugurá-la em 18 de setembro de 1950.
Seu sofá é o grande divã que ao lado da revista Veja e da novela das "8" da Globo funcionam como verdadeiros termomêtros dos medos, desejos e dúvidas da classe média brasileira.
Com seu tom familiar vendeu sonhos, protestou, comentou e fez fofoca. Exemplo clássico do que todo comunicador deveria ser. Com hebe não há empafia ou posição de superioridade. Ela é capaz de se comunicar com qualquer público, ao contrário da maioria de seus "cultos" críticos.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial