sexta-feira, março 26, 2004

BIG EMOÇÃO

Certamente, não deve ser mesmo o melhor filme de Tim Burton, creio que And e Helen podem falar melhor sobre este ponto, mas
Sabia desde que li a sinopse que "Big Fish" tinha uma grande chance de me levar às lágrimas. Foi o que aconteceu...
Venho de uma família simples em que eu sou o "Grande peixe".. sou eu que sempre tenho histórias extraordinárias para contar....
Dos meus avós paternos sempre ouvi lembranças, histórias de trabalho e luta, de quem escolheu vencer as adversidades e nunca reclamar do destino ou da vida.
Porém, na última noite em que meu avô falou, contou-me em detalhes - quase todos - a sua história... de como conheceu minha avó, da primeira vez que olhou para ela e lhe disse que só a beijaria se fosse para se casar....do dia em que escondido mandou que costurassem o vestido de noiva para ela...e lembrou nome a nome dos padrinhos daquela secreta cerimônia....(suspiro)...
Só não me contou a história toda porque mais uma vez, mesmo em seu leito de morte provou que era um cavalheiro... a tatuagem com suas iniciais e de minha avó estavam lá para lembrar todos os dias o amor que sentia.. maior aliança não houve... ele não precisou apagar a marca como ocorre com tantos casais hoje em dia...
Quando no filme o médico lembra ao filho o seu nascimento como de fato ele ocorreu, percebe-se a perda do encanto. "Um homem acaba por se tornar suas histórias maravilhosas"... eu creio nisto....
Se pudesse hoje contaria mais histórias a meu avô e sem muito me preocupar com fanatasia dos fatos.....somente no hospital percebi, quando ele contava para médicos e enfermeiros, o quanto ele se orgulhava de ter um neto jornalista.... rosas que não dei , histórias que não contei, e beijos que só descobri que estava autorizado a dar em sua face quando já estava quase na hora de sua partida.... demoramos tempo demais para dizermos aos nossos ascendentes o quanto o amamos....
Afinal, Big Fish, como se vê em seu funeral, não aumentou, mas apenas reoordenou os acontecimentos para que eles se tornassem mais interessantes e fizessem mais feliz seu filho.. quem conta um conto.....
E em um dia como hoje, quando acordo com minha avó, a viúva, ao telefone com uma energia e uma vontade de viver que lhe fazem parecer ter 18 anos, quando na verdade tem 85 ainda penso que VIVER, apesar de muitas adversidades, FAZ SENTIDO !!!!!

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial