quinta-feira, janeiro 26, 2006

SEIS (OU SETE?) FILHOS DE FRANCISCO

Vi ontem nosso candidato a candidato ao Oscar com um único objetivo: chorar.
E aí que eu não consegui. Bem que tentei naquela hora em que o menininho... (alguém já viu? não quero estragar a "surpresa")... mas não rolou.

Alguém pode me indicar um filme pra chorar mesmo????
Mas tem de ser tiro e queda. Daqueles que a gente fica soluçando por uns dez minutos!

Lembro de uma vez, nos mesozóicos anos de Rekebra, de uma semana em que teve uma onda de choradeira por causa daquele filme do Clint Eastwood... com a mulher... que cada um vai para um caminho no final... (como chamava mesmo?). Era um tal de Luiza chorando num canto, Márcio soluçando abraçado com o Fabinho. Affe!
Fui ver e nada! Pimenta Tabasco me faria soltar mais lágrimas.

Aí fiquei tentando lembrar de filmes que me fizeram chorar. O primeiro foi E.T., mas eu tinha sete ou oito anos. Acho que hoje não daria certo. Depois teve um monte: Meninos não choram (sim. eu chorei), Adeus, Lenin (não fale mal, Gurgel), Em Algum Lugar do Passado (eu tinha 12 anos, vá lá), o episódio do Snoopy em que o Woodstock foge para um circo, metade dos episódios de Anos Incríveis....

Recentemente teve o Finding Neverland também... Já Peixe Grande... que todo mundo fala... Nada!

Ah! Chorei muito também no "Sexo, Amor e Traição". Mas foi raiva por ter pago o ingresso...

Enfim! Minhas lágrimas aguardam indicações...

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial