sexta-feira, julho 15, 2005

DA DESCOBERTA DO CORPO(affe... que título mais adolescente)

Não. Não é isso que vocês estão pensando.

Estou descobrindo, sim, é que meu corpo de vez em quando dá problemas. Principalmente quando eu acho que ele é o mesmo de quando tinha 18 ou 25 anos.

Dia desses me empolguei e voltei a correr, coisa que fiz com certa frequência nos últimos cinco anos (mas que não fiz nos últimos doze meses).

Uns treinos na esteira de academia, outros de resistência nos parques da região, e me empolguei ainda mais. Me inscrevi em uma Prova Pedestre de 7,5km pelo centro da cidade, descubri sites, revistas e comunidades no orkut sobre o assunto, comprei tênis adequado...

Aí resolvi fazer um treino mais puxado no Parque da Água Branca. Corri 3..., 5...., 6... quilômetros na boa... No oitavo, depois de uma descida, senti uma dorzinha no joelho, mas completei nove com fôlego, em 63 minutos, todo orgulhoso. Já estava até sonhando com a medalha olímpica na maratona em Londres/2012. Me sentia o Vanderlei Cordeiro de Lima. Nem o padre irlandês poderia me parar.

Aí no dia seguinte meu joelho dói. No outro dia, dói ainda mais. Nos oito seguintes continua doendo, dando a impressão de que o joelho pode dobrar pra qualquer lado de uma hora pra outra. Me senti o Ronaldinho Fenômeno. E sem direito a Danielas ou Raicas.

Aí que o raio-x de hoje me fez descobrir que todo ser humano tem uma tal de pata de ganso. É lá que eu ganhei uma tendinite por excesso de corridas, falta de aquecimento, e muitos trechos em declive. E é por causa da tal pata de ganso que eu fiz hoje a segunda das minhas dez sessões de fisioterapia.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial